O nosso website usa cookies para que possamos melhorar sua experiência. Saiba mais sobre os nossos cookies

Aceito
Spidifen EF 400mg Granulado para Solução Oral 20 saquetas
Spidifen EF 400mg Granulado para Solução Oral 20 saquetas

Spidifen EF 400mg Granulado para Solução Oral 20 saquetas

Medicamento não sujeito a receita médica indicado no tratamento sintomático de dores ligeiras a moderadas, febre e sintomas de constipação e gripe.

Ref. 5912787
6,35 €
Com IVA

Compre

Portes Grátis para Portugal Continental. Veja as restantes opções:

 Calcular o custo de envio

Descrição

Spidifen EF 400mg Granulado para Solução Oral está indicado para adultos e crianças com mais de 12 anos no tratamento sintomático das seguintes situações: dores de intensidade ligeira a moderada (dor reumática e muscular), dores nas costas, nevralgia, enxaqueca, dor de cabeça, dor de dentes, dismenorreia, febre e sintomas de constipação e gripe.

Substância ativa: 400mg de Ibuprofeno.

Posologia e modo de administração: 

Os efeitos indesejáveis podem ser minimizados através da utilização da dose efetiva mais baixa durante o menor período de tempo necessário para controlar os sintomas. O intervalo entre as doses depende da evolução dos sintomas, mas nunca será inferior a 4 horas. Adultos e adolescentes com mais de 12 anos (≥ 40 kg): 400 mg administrados como uma dose única ou até 3 vezes por dia com um intervalo de 4 a 8 horas. A dose diária máxima não deverá ultrapassar 1200 mg. A duração máxima do tratamento sem prescrição médica é de 7 dias para dores e 3 dias para febre. Crianças com idade inferior a 12 anos (< 40 kg): A administração em crianças com idade inferior a 12 anos deve ser feita mediante prescrição médica. Devem procurar-se outras formulações mais adequadas para administração em crianças. Spidifen EF é administrado por via oral. O conteúdo da saqueta deve ser dissolvido num copo com 50-100 ml de água e tomado de imediato, preferencialmente após as refeições para melhorar a tolerabilidade do medicamento e reduzir a probabilidade de problemas gastrointestinais. Precauções a ter em conta antes de manusear ou administrar o medicamento: Se uma ou mais doses forem esquecidas, é aconselhável tomar a dose mínima recomendável, assim que possível. O intervalo entre as doses depende da evolução dos sintomas, mas nunca será inferior a 4 horas.

Contraindicações: 

Hipersensibilidade à substância ativa ou a qualquer um dos excipientes. História de reações de hipersensibilidade (p. ex. broncospasmo, asma, rinite, angioedema ou urticária) como resposta à administração de ácido acetilsalicílico ou outros AINEs; História de hemorragia gastrointestinal ou perfuração, relacionada com terapêutica anterior com AINEs. Úlcera péptica/hemorragia ativa ou história de úlcera péptica/hemorragia recorrente (dois ou mais episódios distintos de ulceração ou hemorragia comprovada); Colite ulcerosa, doença de Crohn, úlcera péptica ou hemorragia gastrointestinal recorrente (definida como dois ou mais episódios distintos de ulceração ou hemorragia comprovadas). Insuficiência cardíaca grave (classe IV da Associação de Cardiologia de Nova Iorque). Insuficiência hepática grave; Insuficiência renal grave; Pacientes com diátese hemorrágica ou outros transtornos da coagulação, hemorragia cerebrovascular; Distúrbio congénito do metabolismo da porfirina (por ex. porfiria intermitente aguda); Alcoolismo crónico (14-20 bebidas/semana ou mais); Doentes com problemas na produção de células sanguíneas de causa desconhecida. Gravidez e/ou amamentação. Este medicamento contém aspartamo sendo contraindicado em doentes que sofram de fenilcetonúria.

Em caso de dúvida ou persistência dos sintomas consulte o seu médico ou farmacêutico.

De acordo com a legislação em vigor, os medicamentos não sujeitos a receita médica, em Portugal, só podem ser entregues nos concelhos da Maia, Gondomar, Matosinhos, Porto, Santo Tirso, Trofa, Valongo e Vila do Conde. Esta limitação não se aplica a envios para outros Estados Membros da União Europeia.