O nosso website usa cookies para que possamos melhorar sua experiência. Saiba mais sobre os nossos cookies

Aceito
Ibuprofeno+Cafeína Aspegic 400mg+100mg 24 comprimidos
Ibuprofeno+Cafeína Aspegic 400mg+100mg 24 comprimidos

Ibuprofeno+Cafeína Aspegic 400mg+100mg 24 comprimidos

Medicamento não sujeito a receita médica indicado no tratamento sintomático de curta duração da dor aguda moderada.

Ref. 5797808
6,80 €
Com IVA

Compre

Portes Grátis para Portugal Continental. Veja as restantes opções:

 Calcular o custo de envio

Descrição

Ibuprofeno+Cafeína Aspegic 400mg+100mg é indicado em adultos para o tratamento sintomático de curta duração da dor aguda moderada, como odontalgia ou cefaleia.

Substância ativa: 400mg de ibuprofeno e 100mg de cafeína.

Posologia e modo de administração:

Para dor aguda moderada, recomenda-se uma toma única de 400 mg de ibuprofeno e 100 mg de cafeína. Esta pode ser repetida após 6-8 horas, sem exceder uma dose diária máxima de 1200 mg de ibuprofeno e 300 mg de cafeína. A duração do tratamento não deve exceder os 3 dias. Para dor ligeira ou quando a duração do tratamento exceder 3 dias, Ibuprofeno + Cafeína Aspegic não é recomendado. Deve ser considerada uma terapêutica com uma substância ativa na dose efetiva mais baixa. Exemplo: Ibuprofeno 200 mg. Apenas para uso de curta duração. Deve ser utilizada a menor dose eficaz durante o menor período de tempo necessário para aliviar os sintomas. É recomendável que os doentes com sensibilidade gástrica tomem Ibuprofeno + Cafeína Aspegic com alimentos. Via oral. Os comprimidos devem ser engolidos inteiros com um copo de água.

Contraindicações: 

Hipersensibilidade à substância ativa ou a qualquer um dos excipientes. História de reações de hipersensibilidade (ex. broncospasmo, asma, rinite, angioedema ou urticária) associada à toma de ácido acetilsalicílico ou de outros medicamentos anti-inflamatórios não esteroides (AINEs). Distúrbios não clarificados da formação sanguínea. Úlcera péptica/hemorragias ativas ou história de úlcera péptica/hemorragia recorrente ou existente (dois ou mais episódios distintos de ulceração ou hemorragia comprovados). Antecedentes de hemorragia ou perfuração gastrointestinal, relacionada com terapêutica anterior com AINEs. Hemorragia cerebrovascular ou outra hemorragia ativa. Insuficiência cardíaca grave (classe IV da NYHA) Insuficiência hepática grave ou Insuficiência renal grave. Terceiro trimestre de gravidez. Doentes com desidratação grave (causada por vómitos, diarreia ou ingestão de líquidos insuficiente).

Em caso de dúvida ou persistência dos sintomas consulte o seu médico ou farmacêutico.

De acordo com a legislação em vigor, os medicamentos não sujeitos a receita médica, em Portugal, só podem ser entregues nos concelhos da Maia, Gondomar, Matosinhos, Porto, Santo Tirso, Trofa, Valongo e Vila do Conde. Esta limitação não se aplica a envios para outros Estados Membros da União Europeia.